COMUNICADOS

Os aviões mais populares nas companhias aéreas

Artigos
|

Conheça o nosso TOP 5 de aeronaves mais comuns nas companhias aéreas do mundo.

Airbus A320

O A320 é uma aeronave em quatro tamanhos, variando de 100 a 240 passageiros. Conhecido por ser o primeiro avião comercial a introduzir o fly-by-wire: sistema de navegação que utiliza interface eletrônica (cabos) em vez de controles manuais de voo, o modelo é muito popular, tendo em vista que a cada dois segundos, um avião da família dos A320 aterrissa ou decola ao redor do mundo. 

A família A320 vem com uma opção exclusiva: aeronave com um corredor único capaz de carregar paletes e contêineres no convés inferior. Juntamente com as portas de carga de abertura externa e a grande seção transversal do compartimento de carga, isso maximiza o volume de carga utilizável.

 

Boeing 737

Esse é o modelo de aeronave mais popular da Boeing e até 2019 era a aeronave mais vendida do mundo, mas perdeu a posição para o A320. Criado para ser um avião com custos de operação mais baixos, o 737 tornou-se uma série com dez variantes, cujas capacidades variam de 85 a 215 passageiros.

Para o transporte de cargas, a família 737 oferece o 737-400F, que pode transportar até 20 toneladas de carga. O 737-400F não é um modelo original da Boeing, mas um 737-400 normal convertido apenas para transporte de carga.

E- Jets

Apesar de operar em algumas companhias não tão famosas, as aeronaves produzidas pela Embraer, fabricante brasileira, estão presentes em mais de 120 companhias aéreas com a família E-Jets (que inclui os modelos E170, E175, E190, E195 e E190-E2). A versão E175 é a variante mais popular do modelo E-Jets.

Esse modelo tem como alvo o segmento de mercado voltado às companhias aéreas que necessitam de aviões de 70 a 124 passageiros. A família E-Jets não possui a versão cargo.

Boeing 777

A Boeing 777 é a maior aeronave bimotora do mundo. Foi o primeiro avião comercial desenhado pela Boeing com sistema de controle de voo fly-by-wire, ou seja, completamente digital. Suas asas são mais grossas e possuem maior envergadura, o que se traduz em um avião que tem mais carga útil, maior alcance, melhor rendimento na decolagem e uma altitude de cruzeiro mais alta.

Desde a entrada da aeronave 777 em serviço em junho de 1995, a Boeing expandiu a família 777 para incluir cinco modelos de passageiros e uma versão para cargas. Em suas versões para passageiros, a B777 acomoda até 368 passageiros. A B777-300 e 300ER, por exemplo, é uma versão que permite o transporte conjunto de cargas e de passageiros capaz de transportar aproximadamente 21.000kg de carga, além de uma carga completa de passageiros.

A 777 Freighter foi projetada especificamente para cargas. Com base na plataforma do 777-200LR, o 777F é o cargueiro mais ecológico operado atualmente, com a menor queima de combustível de qualquer aeronave de carga de tamanho comparável. Sua capacidade suporta até 107 toneladas de cargas.

Airbus A350 XWB

Com as asas inspiradas no voo dos pássaros que se transformam e mudam de forma durante o vôo, o A350 foi criado pensando no maior conforto dos passageiros, economia de combustível e menos impacto ambiental, por isso, está entre os populares já em atuação e sendo encomendado por diversas companhias aéreas do mundo. Segundo à revista Cargo Facts, a Airbus registrou 935 pedidos do A350 e entregou 349 do tipo de aeronave até janeiro de 2020.

Entre suas variantes (A350-900 e A350-1000) sua capacidade é de 300 a 480 passageiros. O A350 não possui a versão cargueiro. Entretanto, já há especulações que futuramente possa ter uma versão dele para cargas.